saida_marcha3Durante um período de grande preparação e motivação chega o dia da saída das delegações rumo a Brasília. A vontade e expectativa das mais de 1.000 margaridas baianas do campo, da floresta e das águas vão seguir juntas durante todo o percurso, marchando por Desenvolvimento Sustentável com Democracia, Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade. Para o transporte, serão utilizados 20 ônibus.
A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado da Bahia (Fetag-BA), os sindicatos municipais filiados e entidades parceiras, realizaram a mobilização dessas margaridas baianas para participarem da 5ª Edição da Marcha das Margaridas, que ocorrerá em Brasília, nos dias 11 e 12 de agosto, a atividade vai ser um sucesso e vai lhes servir como um instrumento fundamental da luta pelos seus direitos e o reconhecimento – em todas as suas instâncias – da mulher do campo no poder, cidadania liberdade. A luta de gênero e políticas públicas que contemplem as mulheres precisa avançar.

saida_marcha2
Expectativa
Para Maria Cristina, secretaria de Mulheres da Fetag-BA, “a ansiedade está muito grande. E, toda a preparação foi feita com muita alegria e otimismo. Indo da preparação de faixas, painéis, palestras sobre os eixos temáticos, aos ensaios dos hinos da Marcha, à combinação de cada passo e palavra de ordem. A 5ª Marcha das Margaridas se projetará como uma bela ação na expressão da luta das mulheres por uma sociedade igualitária, sem machismo, preconceito ou qualquer outro tipo de violência física ou moral. “A Marcha busca que as mulheres possam viver no campo da forma que sonhamos”, destaca Cristina